quinta-feira, 30 de outubro de 2008

preciso voltar a outro teclado...

Ai que tarde. Alívio. Me expressei, sei que entendes, que sentes, que sabes. Que respeita acima de tudo. Reconhece o quadro e reflete a pintura que, mesmo que expressionista, deixa claro as intenções e os sabores. que distância que nada. me pergunto como posso me sentir melhor. nada resolvido. deixa para o mês que vem. 2008 é finito, se preferir. imagino o sorriso de novo. no canto da boca, alfinetando neurônios a trabalhar com preguiça. Saia do lugar, eles recebem a ordem! Moleque! Menino! Malandro! Fui interrompido pelot tempo. preciso voltar a outro teclado