segunda-feira, 28 de setembro de 2009

fruir

tem dias, ou um período um pouco maior, que tenho a sensação de que devo deixar o ar entrar, depois sair, depois voltar a circular, para que as letras sigam assim de modo mais solto. e quando este período se alonga, será sinal de que travamos ou de que simplesmente devemos escolher as palavras, pensar mesmo até na fonética e no subsequente efeito que poderia causar?

não tenho respostas e nem mesmo a pretensão. circula, o ar, mais uma vez. inoperância é algo que transtorna, sacrifica mesmo as horas e faz com que o ponteiro trave. incômodo, não, apenas ando conforme o som das letras nesse teclado que se mostra cúmplice. pontos.........interrogações?????? pra que envelhecer antes do tempo, se bem que conheço uma ou duas pessoas que mesmo depois dos noventa se mostram lúcidas e com uma capacidade de fruição impressionante...FRUIR, lá do Aurélio, estar na posse de, usufruir.

Vígulas não pedem respostas, apenas sugerem calma.

PS. ...

Nenhum comentário: