segunda-feira, 20 de junho de 2011

Ele fez mal


Só eu sou testemunha do bem que você me fez.
Desde o primeiro dia, ninguém é tão testemunha do bem que você é pra mim.
Você não está só de mãos dadas comigo, eu estou dentro das suas mãos - e não tenho medo disso.
Faz tanto tempo que tudo o que eu quero ver são os seus olhos, e é isso que torna tão injusto quando você diz que minto.
Nunca precisei dizer, mas mesmo assim, você não nota?
Por que não assume que é pra você?
Ninguém é tão testemunha do jogo que você faz tentando negar que não vê.
Por que não admite que só você pode botar cor?
E você ainda não abre que a culpa é sua!
Por que cê não se abre? A culpa foi toda sua.
(tô falando com você, azedo, cabeça de caraminholas!)

Amanda Reis

Nenhum comentário: