quarta-feira, 15 de junho de 2011

lua cheia





dizem que quando a lua cheia aparece, os lobos uivam, as crianças fazem xixi na cama, as mais idosas acendem velas, os indígenas dançam em volta do fogo, os amantes amam, os cachorros pensam que são lobos e uivam também, os mendigos de rua se acobertam em vielas mais sombrias, os taxistas preferem levar prostitutas, os artistas apenas olham pela janela, as meninas fazem tranças, os meninos ralam peito, os cachimbos fumaceiam mais ainda, os palhaços pensam um pouco, os dedos saltitam, as letram confundem-se, o filme nem sempre tem happy end, as estrelas emprestam o brilho, os sorrisos parecem escrachados, os abraços são intensos, os enfermos anestesiam-se, as páginas contradizem-se, as loucuras são mais saborosas, os pecados multiplicam-se, passarinhos aguardam o sol, as fotos são mas belas, as canções mais cativantes, os afagos mais certeiros, pares de olhos, mas torturantes, as paixões...ah! as paixões! estas, são frutos da lua cheia.

Nenhum comentário: