sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

ao blog, com carinho

Ah... querido blog! Tanto tenho pensado na gente, em nós três!
O sócio, você, eu. O sócio e eu aqui. Você conosco pelas férias, pelas ideias...
Tanto tenho escrito - acho que nunca escrevi tanto! - sem tirar os dedos do bolso, ou da bolsa, ou do livro, ou do rosto do menino inseguro.
Tanto tenho escrito somente com verbos no presente tão gritante que se esmiuçam muito antes de valer a pena buscar a pena pra um registro qualquer.
Tanto tenho escrito na cachola de ideias desconexas, que num só contexto me perco nos tantos dedos que mudam a cena segundo a segundo.
Tanto tenho visto surpresas, sentido proezas, lembrando-me da gente, o sócio, você e eu... Mas tenho preferido as incertezas - que quando decantam por alguns segundos me dão a quietude da curta contemplação que vai até a próxima iminente eclosão.  



Nenhum comentário: